Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Médica é desacatada em posto de saúde
24/01/2014, às 10:33:26

A Polícia Militar (PM) está à procura da autora de um desacato contra a médica que atuava no posto de saúde da av. Prefeito Aracely de Paula, bairro Fertiza.

Os policiais compareceram no posto por volta das 8h de quinta-feira, 23, onde a médica disse que estava de plantão e a paciente EP, 35 anos, queria que ela lhe receitasse os remédios fluoxetina e alprazol. De acordo com ela, explicou-lhe que não poderia prescrever os medicamentos sem realizar os devidos exames. A médica disse que, então, a mulher ficou nervosa e falou palavras de baixo calão, indo embora em seguida. Os policiais estiveram na residência da autora, porém ela não foi encontrada, mas a mãe dela relatou que a filha está com vários problemas psicológicos. Com isso, os policiais registraram o boletim de ocorrência para as providências cabíveis.


Jovens trocam agressões
A Polícia Militar (PM) prendeu o autor de uma briga que estava próximo ao terminal rodoviário, por volta das 18h de quinta-feira, 23.

Os policiais realizavam policiamento no terminal rodoviário de onde visualizaram dois indivíduos brigando. O autor JP, 19 anos, após agredir TS, 19, fugiu entrando num ônibus coletivo que estava próximo do local. Os policiais conseguiram abordar o autor dentro do coletivo e, de acordo com testemunhas, antes da briga JP tinha entrado pela porta da frente do ônibus e o outro autor pela porta traseira com pedaço de madeira nas mãos, passando a agredi-lo. De acordo com as informações, após alguns minutos os dois saíram do ônibus e continuaram brigando. JP contou aos policiais que constantemente vem sendo ameaçado de morte por TS. O autor TS disse que entrou no ônibus com a intenção de matar o desafeto, porque o mesmo foi o pivô da separação dele com a sua esposa. TS foi conduzido para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) pelo resgate do Corpo de Bombeiros, com cortes no nariz, no supercílio esquerdo e na língua, além de hematomas em ambos os olhos, no lábio superior e também estava com um dente quebrado. Já JP sofreu uma contusão na região pariental, escoriações no pé e mão direita e no quadril e ombro esquerdo. Ambos foram atendidos no PAM, onde JP foi liberado e TS ficou sob observação médica com suspeita de fratura no nariz. Diante do ocorrido, JP foi preso e conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia