Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
prefeitura_araxa
UFTM abre em agosto os primeiros cursos em Araxá
07/02/2014, às 08:40:26

 


A Prefeitura de Araxá e Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) começam a acertar os detalhes do cronograma para o início dos primeiros cursos no município, a partir de agosto próximo. O prefeito Jeová Moreira da Costa e o reitor Virmondes Rodrigues Júnior reuniram-se nesta quinta-feira, 6, em Uberaba, quando definiram o local de funcionamento dos cursos até a construção do campus na cidade. A prefeitura publicou o Edital de Chamamento Público para a escolha da área onde será instalada a universidade mediante doação ou venda no último dia 31.  

“A UFTM já é uma realidade, já foi publicado o edital no Diário Oficial para selecionar onde vai ser construído o campus e nós estamos num contínuo acerto com o reitor Virmondes e toda a sua equipe. A parte da prefeitura em colaborar com a estrutura inicial que vai alojar os cursos por dois anos, nós estamos direcionando para a Escola Dom Quixote,  no bairro Doba Beja, que está sendo reformada, dentro da nossa filosofia de não pagar aluguel”, informa o prefeito. Segundo ele, em decorrência das providências necessárias que a universidade precisa tomar, nesta última reunião ficou definido que os cursos inicialmente previstos para março serão efetivamente implantados a partir de agosto próximo, com o vestibular no meio do ano.

O superintendente do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), Carlos Alberto Delfino, falou sobre o assunto no programa de rádio “O Secretário e Você”, nesta terça-feira, 4. Segundo ele, o prefeito e o reitor foram municiados de informações pelos técnicos da UFTM e da administração municipal para definirem o local provisório de funcionamento dos primeiros cursos. “Os dois escolheram o campus provisório esta semana e o edital para a construção do local definitivo já foi lançado. E no final de dezembro passado, saiu uma portaria estabelecendo os primeiros cursos de Araxá”, informa. Segundo ele, os primeiros cursos são duas licenciaturas (Português\Inglês e Português\Espanhol), de Gestão em Hotelaria e de Administração.

Delfino explica que o Ministério da Educação e Cultura (MEC) inicialmente autorizou dois campus de expansão da UFTM para fora da sede em Uberaba, sendo um em Araxá e outro em Iturama. “O MEC autorizou as universidades federais a expandirem desde que não seja só nas próprias cidades. Por exemplo, a UFU (Universidade Federal de Uberlândia) tem que expandir o campus para Ituiutaba, Patos de Minas e outras cidades da região de cima do Triângulo Mineiro. E a região de baixo ficou com a UFTM, com campi previstos em Frutal, Iturama, Araxá e Patrocínio. Os dois primeiros contemplados foram os de Araxá e Iturama que vão funcionar este ano”, esclarece. Segundo ele, existe uma comissão nomeada pelo prefeito para trabalhar em prol da instalação do campus de Araxá. “E nós conversamos muito com a universidade, sendo que cada campus vai ter uma característica diferente. O de Iturama é a agricultura e a pecuária, onde são muito fortes. Aqui, foram pensados quatro vetores iniciais, de bem estar que engloba turismo e hotelaria, de mineração e tecnologia, de meio ambiente e, tendo em vista que Araxá também tem um crescimento muito disciplinado, o urbanismo”, cita. O superintendente acrescenta que o primeiro vetor de Araxá começa com os cursos que serão oferecidos no próximo segundo semestre, voltados para o bem estar. “E a reitoria já está trabalhando o próximo passo que seriam os cursos voltados à mineração e tecnologia, das engenharias”, completa.

Construção do campus - Delfino diz que o Edital de Chamamento Público para a seleção da área onde vai ser instalado o campus da UFTM mediante doação ou venda segue orientação da própria universidade, com modelos utilizados em vários locais do país. “A prefeitura fez o edital que é de chamamento para as pessoas que têm interesse em doar ou vender uma gleba para a instalação do campus. Têm alguns parâmetros a serem seguidos como o tamanho da área de 15 a 25 hectares, topografia, distância da malha urbana de no máximo um quilômetro etc. É um edital muito técnico, os interessados são pontuados e vence a melhor proposta. Por exemplo, quem doar mais área tem mais pontos, assim como a área maior, a mais plana, os acessos, dentre outros”, esclarece. Segundo ele, o edital está disponível para todos os interessados no Setor Municipal de Licitações, onde as propostas devem ser entregues até o próximo dia 21.

De acordo com ele, foi formada uma comissão mista para analisar as propostas, composta por um engenheiro e arquiteto da UFTM e os técnicos da prefeitura. “O edital explica tudo e é intenção da universidade alavancar os recursos assim que tiver a escritura da área em mãos para o início da construção dos pavilhões. A universidade já tem os recursos previstos no Orçamento da União para construir o campus. É um sonho que torna-se realidade, desde 2009 estamos trabalhando para isso”, afirma.



Errata - Na edição impressa do Clarim que circula nesta sexta-feira, 7, consta previsão anterior de início do funcionamento dos cursos que era em abril próximo, mas foi postergada para agosto próximo nesta quinta-feira, 6, em reunião realizada em Uberaba. E a data de entrega dos envelopes para a seleção da área onde será construído o campus é dia 21 próximo e, no dia 24, serão abertas as propostas.


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia