Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Cultura de Araxá é destaque estadual
17/03/2014, às 07:41:10

 

“Araxá hoje é a segunda cidade de Minas Gerais que recebe diversidade cultural”, afirma o consultor, assessor e parecerista do Ministério da Cultura, Amauri Mota Rocha. Ele presta serviços na elaboração de projetos culturais nas esferas federal e estadual junto ao Ministério da Cultura e à Secretaria de Estado da Cultura, respectivamente. Amauri orienta importantes projetos culturais que têm sido realizados em Araxá nos últimos anos através das leis de incentivo cultural, como o FestNatal. Ele fala ao Clarim sobre o trabalho que realiza na cidade, destaca a importância da Fundação Cultural Acia e dá dicas sobre a captação de recursos na área.

Amauri foi músico dos 14 aos 21 anos, hoje trabalha com consultoria em elaboração, gestão e prestação de contas de projetos culturais, nas mais diversas formas de fomento, como as leis de incentivo, os fundos de cultura e até os patrocínios diretos. Ele trabalha nessa área há mais de 25 anos, com passagens pelo Rio de Janeiro (RJ) nos anos 1990 e hoje atende muito o interior de Minas Gerais. Segundo ele, acima de tudo, é um amante das artes. Amauri atua em diversos segmentos, como edição de livros, artes cênicas, música, espaços culturais, audiovisual etc. Segundo ele, só não trabalha na área de patrimônio. Há seis anos, ele veio a Araxá para dar um treinamento num projeto de capacitação de artistas e gestores culturais e, durante o evento, o então presidente da Acia, Emílio Parolini, Isabel Tannus e Vanilza Vieira lhe apresentaram o FestNatal. “A partir de então, foram desenvolvidos outros vários projetos. Sou muito grato a essa cidade e quando venho aqui fico muito feliz, porque sou muito bem recebido e procuro trabalhar o mais forte possível e dar o melhor de mim para essa efervescência cultural daqui e a demanda que me é colocada”, afirma.

Segundo ele, logo em seguida ao FestNatal, trabalhando com a Fundação Acia, outros projetos foram elaborados relacionados à atividade do comércio, como o Dia das Mães e o Dia das Crianças. Ele acrescenta que também orienta os projetos parceiros e não institucionais da fundação, como o Festival Internacional de Cultura e Gastronomia, o Encontro das Orquestras de Viola, o Dançaraxá, o Araxá Vijazz e Blues, a Festa da Filomena e Semana Santa. “E tantos outros, são uma série de projetos aqui realizados, o que mostra a efervescência de Araxá”, ressalta. Para Amauri, o destaque da cidade nessa área deve-se primeiro à comunidade artística e a sua história cultural que é muito rica desde os primórdios. “Vemos a presença de grandes figuras das artes e da cultura e aqui a gente encontra grandes escritores, músicos fantásticos, talentos na dança. Atualmente, a Fundação Acia está desenvolvendo um projeto com a Academia Araxaense de Letras (AAL). No Festival de Gastronomia vem muita gente de fora e houve a apresentação da Escola Municipal de Música, quando eu percebi algumas pessoas vendo o talento e a qualidade da Orquestra Viva, o afinamento e entrosamento dos músicos”, destaca.

Amauri cita que a qualidade cultural encontrada em Araxá é diferenciada em relação ao que se vê muito no interior e, por isto, sensibiliza quem é de fora. “A gente costuma ser paternalista, ter aquela coisa da nossa cidade, a nossa banda de música e tudo mais. Mas existe uma diferença de qualidade nisso aqui em Araxá.” Ele acrescenta que na cidade também existe a sensibilidade das empresas em patrocinar eventos culturais. “Outra coisa que é destaque no Estado e até nacionalmente, como no caso da Fundação Cultural Acia. A gente vê que o empresário da cidade, uma coisa que não é de jeito nenhum comum, é uma exceção, ter a sensibilidade do envolvimento com a cultura e o desenvolvimento artístico, pois sabem que isto é um grande diferencial. Nada melhor do que a cultura e a arte para que a pessoa exerça a criatividade, desenvolva o senso crítico, trabalhe na tomada de decisões, tenha uma ideia de diversidade e, o nosso mundo hoje, está cada vez mais segmentado.”

>> LEIA MAIS NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL CLARIM - EDIÇÃO 910

 

 

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia