Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cabmm
banner_pma_araxa
Ver Minas vai realizar mais 750 cirurgias
22/04/2014, às 07:42:45

 

Os responsáveis pelo programa Ver Minas do governo estadual, junto com o deputado estadual Bosco e a secretária municipal de Saúde, Edna Castro, anunciaram que a estrutura permanece mais três dias em Araxá para praticamente zerar a demanda da microrregião por cirurgia de catarata. As carretas do Ver Minas contam com sala de cirurgia e consultórios e uma equipe do Instituto de Olhos Fábio Vieira credenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Até o final deste mês, serão realizadas 2.250 cirurgias de catarata e cerca de 5 mil consultas oftalmológicas pelo programa, em pessoas com 50 anos ou mais.

“Desde o faxineiro, porteiro, motoristas e médicos, a equipe do Ver Minas em Araxá tem 70 pessoas, sendo 10 médicos, e mais as 40 anexadas pela Secretaria Municipal de Saúde. Hoje em dia, temos um modelo de atendimento usando uma tecnologia de ponta, com profissional altamente habilitado, de excelência, titulado e com no mínimo 5 anos de experiência, para ter um bom resultado para o paciente que está há tanto tempo esperando numa fila. Então, conseguimos otimizar o tempo e os resultados para realizar aqui uma média de 800 consultas e 250 cirurgias de catarata por dia”, explica a coordenadora do programa em Minas Gerais, a médica Daniela Felipe.

Segundo ela, em Araxá o atendimento foi formatado inicialmente para seis dias, com a realização de 1,5 mil cirurgias. “Mas, o governo nos propiciou esses três dias a mais para ajudar a zerar a demanda local da cirurgia de catarata. A gente notou pacientes até cinco anos com diagnóstico de catarata e sem realizar a cirurgia, às vezes, esse fluxo do SUS não estava sendo direcionado ou os médicos não faziam parte do sistema para operar. E é uma cirurgia que pode chegar a ser bastante dispendiosa para esse paciente, até cinco salários mínimos dependendo do profissional, no mínimo dois”, esclarece. Ela informa que as consultas serão realizadas até esta quarta-feira, 16, e após um recesso da equipe com a permanência das carretas em Araxá, mais 750 cirurgias acontecem nos próximos dias, 28, 29 e 30.

De acordo com Daniela, até a manhã desta segunda-feira, 14, terceiro dia e meio do programa, já tinham sido realizados 2.670 atendimentos clínicos e 895 cirurgias de catarata, sendo 1.780 pacientes de Araxá e os demais da microrregião. Segundo ela, essa demanda foi surpreendente, porque é inesperada numa região do Estado considerada rica e com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) elevado. “Eu até esperava que tivesse um hospital prestador aqui, sem fazer nenhuma crítica, porque a gente vê a região rica, não estamos no Norte de Minas. Mas, às vezes, a região é mais desenvolvida, mas não tem um prestador fazendo esse trabalho ou não tem condições de absorver toda a demanda”, avalia. Ela acrescenta que a catarata não é considerada mais uma doença, porque faz parte do envelhecimento e, acima dos 70 anos, a sua incidência é de 73%.

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia