Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
pma
cabmm
Funcionário da Vale morre em acidente na BR 262
09/05/2014, às 08:45:09

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um grave acidente às 19h20 de quinta-feira, 8, no Km 710 da BR 262, a 12 quilômetros de Araxá. O condutor do GM/Vectra, verde, placa CHV-6395 de Araxá/MG, Elson Morais Ferreira, 37 anos, natural de Bambuí, funcionário da empresa Vale Fertilizantes, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.

O GM/Vectra colidiu frontalmente com um cavalo mecânico, placa AQN-0774 de São José dos Pinhais/PR, conduzido por Zildo Lode. De acordo com o agente Reinaldo da PRF, o condutor do cavalo mecânico que nada sofreu relatou que seguia com o caminhão no sentido a Araxá, quando o veículo surgiu repentinamente a sua frente ao aproximar-se de uma curva existente no local, avançando a faixa contrária da rodovia. Segundo ele, não foi possível evitar a colisão frontal entre os dois veículos. “Foi tudo muito rápido, quando vi o Vectra já estava na frente do meu caminhão e eu não pude fazer nada”, disse o motorista.

O 5º Pelotão de Bombeiros Militar de Minas Gerais, com sede em Araxá, compareceu ao local com duas viaturas. Porém, quando os bombeiros chegaram ao local do acidente a vítima já se encontrava sem vida e presa nas ferragens do GM/Vectra. Devido à força do impacto, o veículo ficou com a frente totalmente destruída. Uma equipe da Asttran que estava em patrulhamento no Distrito Industrial (DI) de Araxá compareceu ao local e auxiliou os bombeiros e PRF na sinalização e fluxo do trânsito.

A perícia técnica da Polícia Civil de Araxá compareceu ao local e realizou os trabalhos de praxe. De acordo com o perito criminal, uma das possibilidades é a de que a vítima tenha cochilado ao volante. Porém, todos os dados foram anotados e o laudo será concluído posteriormente. O Instituto Médico Legal (IML) de Araxá compareceu ao local e após o trabalho realizado pelos bombeiros de desencarceramento da vítima que estava presa às ferragens, o corpo foi removido para ser necropsiado e, em seguida, liberado aos familiares para o sepultamento. Uma assistente social da Vale esteve presente no IML, onde acompanhou a liberação do corpo de Elson que era casado, pai de duas filhas e residia no bairro Pão de Açúcar I.

 

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia