Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
A Lei da Semeadura
15/05/2014, às 08:07:20

 

 

Sr. Presidente,

Diante deste momento turbulento que a nossa cidade vive, sinto o dever de externar o meu parecer não apenas àqueles que me deram o voto de confiança nas últimas eleições, mas também a toda a comunidade araxaense. Refiro-me aos acontecimentos políticos que têm envolvido a nossa cidade nesses últimos dias.

Araxá está perplexa, triste e a maioria absoluta de sua população inconformada com os recentes acontecimentos e essa verdade pode ser percebida no semblante e na expressão da maioria do nosso povo. Não estou dizendo isso pela condição na qual ocupo essa cadeira hoje nesta Casa, até porque como eu disse no dia da minha posse, a política e o exercício de um cargo de vereador muito embora honroso para mim não é prioridade.

Há uma parábola que diz:

Uma vez as árvores foram a ungir para si um rei e disseram à oliveira: Reina tu sobre nós.

A oliveira, porém, respondeu: Deveria eu renunciar ao meu azeite, com o qual se presta honra a Deus e aos homens, para dominar sobre as árvores?

Então, disseram as árvores à figueira: Vem tu, e reina sobre nós.

Porém, a figueira lhes disse: Deixaria eu, a minha doçura, o meu bom fruto e iria dominar sobre vós?

Então, disseram as árvores à videira: Vem tu, e reina sobre nós.

Porém, a videira lhes disse: Deixaria eu, o meu mosto, que alegra a Deus e os homens, e iria dominar sobre vós?

Então, as árvores disseram ao espinheiro: Vem tu, e reina sobre nós.

E disse o espinheiro às árvores: Se na verdade me ungis rei sobre vós, vinde e confiai-vos debaixo da minha sombra; mas senão, saia fogo do espinheiro que consuma os cedros do Líbano.

Por esse país afora, vamos encontrar administradores e governos com características mansa e humilde, que não só alegra como alimenta o povo. Mas também encontramos verdadeiros espinheiros que são aqueles centrados nos seus próprios interesses, amantes de si mesmos, vingativos e perseguidores.

Araxá está deixando de ter como administrador uma pessoa que pode ser qualificada como uma oliveira, figueira ou videira, me refiro ao Jeová Moreira da Costa!

Às vezes, a sociedade pune com toda eficácia os roubadores, injustos e malfeitores. Mas, às vezes, a mesma sociedade por causa do seu egoísmo, vingança e maldade acaba punindo os bons, honestos e trabalhadores.

Todas às vezes que o Dr. Jeová foi candidato a prefeito de nossa cidade, tive a oportunidade de apoiá-lo. Pois, o que eu vi nele foi um homem com espírito manso, trabalhador, honesto e humilde. Quando terminou as eleições passadas e alguns assessores levaram inúmeras irregularidades da campanha de um adversário e disseram a ele: Vamos denunciá-lo à Justiça! Ele respondeu: Não faz parte da nossa maneira de trabalhar, não podemos perseguir ninguém.

Mas, Sr. Presidente, existe uma lei chamada de lei da semeadura, o que se planta, se colhe. Existe um texto bíblico em 1º Timóteo 5.24 que diz que os pecados de alguns homens são manifestos precedendo o juízo; e em alguns, manifestam-se depois. É certo que todos colherão.

Infelizmente, nossa linda cidade já está colhendo os frutos amargos da perseguição, ambição e ganância pelo poder a qualquer custo, de pessoas que não importam de fato com o bem estar comum e sim com seus interesses próprios, atropelando quem se encontrar como obstáculo em seu caminho, não se importando com as consequências sofridas pelas outras pessoas.

Me sinto honrado e com a consciência tranquila no que tange a minha participação na política. Me sinto honrado de ter estado ao lado de um homem de bom caráter, visionário e trabalhador.

Deixo uma pergunta no ar: Será que o Dr. Jeová na prática está perdendo alguma coisa?

Acredito que quem está perdendo é a comunidade araxaense!

Porém, tem algo que ninguém pode tirar e que ficará plantada no sentimento do povo araxaense, a semente do respeito ao próximo, da dignidade e do trabalho.

Quero deixar uma mensagem ao Dr. Jeová, que na realidade é um princípio cristão que diz: Que nenhum de vós padeça como homicida, ladrão ou malfeitor, ou como o que se intromete em negócios alheios; mas se padece por praticar a verdade, o amor, a honestidade; alegrai-vos!



Pastor Moacir Santos, Vereador pelo PDT, discurso proferido na tribuna da Câmara Municipal de Araxá em 13/05/2014.

 

 

>> INFORME PUBLICITÁRIO <<

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia