Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Vizinha é morta a facadas
23/06/2014, às 09:17:48

 

Luza Helena Rufino, 45 anos, foi morta a facadas pelo vizinho dela, Rafael da Silva, 25 anos, por volta das 10h de sábado, 21, na rua Tonico do Alonso, bairro Tiradentes. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu no Pronto Atendimento Municipal (PAM).

A Polícia Militar (PM) recebeu uma ligação pelo 190, informando que alguém entrou na residência da vítima e desferiu vários golpes de faca contra ela, evadindo-se em seguida em direção ignorada, sendo que já estava sendo socorrida pelo Corpo de Bombeiros. Durante o deslocamento para o local do crime, os policiais foram informados pela Central de Operação da PM (Copom) que um homem encontrava-se na porta do 37º Batalhão localizado no Jardim Natália, com as mãos e as roupas sujas de sangue e usando um corte de cabelo tipo moicano. Ele relatou ao sentinela do batalhão que tinha esfaqueado uma mulher na rua Tonico do Alonso e, então, foi preso pelo militar.

O autor foi identificado como Rafael da Silva e informou aos policiais que desferiu as facadas contra Luza Helena porque ela estava interferindo no relacionamento dele com a namorada, a menor AF, 16 anos. Rafael relatou aos militares que foi até a residência da vítima para tentar resolver o problema e, então, os dois iniciaram uma forte discussão. Segundo ele, a vizinha dele começou a proferir palavras ofensivas e o deixou muito irritado. Ele acrescentou que em seguida deixou o local e foi até a residência dele, onde se apoderou de uma faca tipo peixeira e retornou à residência da vítima. Ele informou que desferiu vários golpes nas costas e no peito da vítima e, em seguida, jogou a faca em frente à residência dela e evadiu-se do local, indo minutos depois para a porta do 37º BPM se entregar à polícia.

Uma testemunha de 31 anos disse que é vizinho do autor e que por volta das 10h foi até a residência dele e lhe pediu para chamar a namorada AF, porque queria conversar com ela. Ele disse que avisou o autor que se a namorada não viesse “as coisas não iriam ficar boas”, saindo em seguida do local. Outra testemunha, de 33 anos, também relatou aos militares que ao chegar na residência da testemunha de 31 anos encontrou a vítima caída na garagem, sangrando muito. Os bombeiros foram acionados e realizaram os primeiros socorros, sendo que a vítima estava em estado gravíssimo, com grande perda de sangue em decorrência das várias perfurações de faca. O Instituto Médico Legal (IML) de Araxá foi acionado pelo hospital e removeu o corpo para o IML, onde foi necropsiado e, em seguida, liberado aos familiares para o velório e sepultamento. O autor foi ouvido pelo delegado de plantão que ratificou a prisão dele, sendo encaminhado em seguida para o presídio de Araxá.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia