Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
prefeitura_araxa
PC reconstitui morte de comerciante carbonizado
20/08/2014, às 15:18:48

 

A Polícia Civil (PC) de Araxá reconstituiu o homicídio do comerciante Alonso Santos Sá, por volta das 16h de terça-feira, 19, no local onde o corpo dele foi encontrado carbonizado dentre do seu Fiat/Uno que foi incendiado, em julho passado, no bairro Leblon. De acordo com a delegada responsável, Paula Lobo, as investigações estão bem avançadas. A vítima de homicídio possuía uma vidraçaria no bairro Novo São Geraldo. Ele foi morto durante a madrugada e, em seguida, o seu corpo foi colocado dentro do veículo incendiado próximo a uma pinguela localizada no final da rua Pará. A reconstituição contou com a presença do réu confesso, BOA, 28 anos, e com cerca de 20 pessoas, dentre investigadores da PC e as que representaram os possíveis envolvidos no crime. A delegada acompanhou a reconstituição e disse que em breve o caso será solucionado. Segundo ela, por enquanto não vai se pronunciar sobre o caso para não atrapalhar as investigações, adiantando apenas que o acusado mudou algumas coisas em sua versão e agora as investigações estão em outra linha de trabalho.

 

A reconstituição durou cerca de 4 horas, sendo que todo o percurso feito pelo acusado e demais envolvidos no dia do crime foi reconstituído. Em alguns momentos, da reconstituição o acusado BOA apresentou muito nervosismo e algumas vezes disse não estar arrependido do crime. No início da noite, por volta das 19h, a pericia técnica criminal da PC foi até uma residência localizada na rua Pernambuco, no bairro São Geraldo, onde o acusado disse ter desferido golpes de faca na vítima. Então, os peritos utilizaram o teste de luminol (reagente químico que detecta o sangue) no local e o resultado foi positivo em um dos cômodos da residência. A delegada informou que o material colhido n local seria encaminhado para o instituto de criminalística de Belo Horizonte, que deve constatar se o sangue encontrado é da vítima Alonso Santos.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia