Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Vila Nova derruba o último invicto em jogo de muita confusão
01/08/2011, às 08:57:16

 

   Em campo muita rivalidade. Vila Nova e Gef vêm no os últimos anos decidindo as competições em que disputam, como o Amadorão em 2009 e o Nilo Lucchesi deste ano. O Gef estava a 342 dias invictos. A última derrota aconteceu no dia 22 de agosto de 2010, justamente para o Vila Nova, em partida disputada também na AEF. Mas o que marcou na partida foi a confusão em campo no final, onde boa parte pode ser atribuída a má atuação do árbitro que acabou contrariando ambas as equipes.
   O Gef enfrentava o problema da ausência de diversos de seus jogadores, entre contusões, suspensões e ausências por motivos pessoais. Com o que tinha em campo o treinador Cláudio Macedo (já que Léo Caixeta estava suspenso) teve que se virar para montar a equipe em campo frente a um Vila Nova que sempre engrossa o caldo neste clássico.
   O Vila Nova, que dominava o jogo na primeira etapa, abriu o marcador aos 27 minutos quando Thiago Piriá recebeu na esquerda e bateu cruzado. Victor na pequena área desviou pro gol para fazer 1 x 0. O Gef, que não se encontrava em campo, teve uma grande chance aos 33 minutos quando Elvinho na cara do gol bateu para grande defesa do goleiro Ricardo. E no contra-ataque rápido Thiago Humberto recebeu de fora da área e bateu forte para fazer, aos 34, o segundo gol do tricolor: 2 x 0. Apenas 1 minuto depois o Vila perdeu um gol incrível, Victor chegou dividindo com o goleiro Rodrigo, sobrou com a bola, fintou Itinho, mas no momento da batida dentro da pequena área, acabou sendo travado por Emerson que salvou o Gef.
   No segundo tempo o jogo mudou e o Gef passou a dominar por completo a partida. Aos 6 minutos Malaia partiu em velocidade e achou Alex Rodrigues na esquerda que invadiu a área e bateu na saída de Ricardo para diminuir: 2 x 1. O Vila tentou dar a resposta rápida aos 9 minutos quando Dalmer lançou Victor na direita que bateu forte para boa defesa de Rodrigo. Melhor em campo, o Gef seguia chegando e criando chances, como aos 28 minutos quando o alvi-verde chegou tabelando e Alex Rodrigues deixou a bola com Malaia que pegou muito bem na bola, mas o goleiro Ricardo fez uma grande defesa evitando o empate. Aos 33 minutos uma boa jogada de Alex Rodrigues que cruzou na área para cabeçada de Malaia na trave, na volta da bola Elvinho pegou mal e mandou por sobre o gol. Aos 40 minutos uma confusão em campo: Rodrigo queria bater rápido o tiro de meta e Victor tentou atrasar, ao tomar a bola do atacante o mesmo caiu fora da área e ai deu inicio a uma grande confusão envolvendo jogadores das duas equipes. Aconteceram empurrões, ameaças e troca de murros. Mas expulsos mesmos somente Emerson do Gef e Dalmer do Vila Nova (além do treinador João Paulo). O curioso é que alguns jogadores que trocaram agressões não foram expulsos. Com esta confusão a partida seguiu até os 57 minutos com o Gef pressionando, mas o placar ficou mesmo em 2 x 1.
   Com o resultado o Gef permanece na 4ª posição com 20 pontos e agora não depende apenas de suas forças para chega a decisão da Taça Cidade já que a diferença para o 3º colocado é de 5 pontos. Na próxima rodada o Gef terá pela frente a equipe do Guarani no Honorizio Pereira Veloso às 9h. O Vila Nova que segue na vice-liderança buscando a sua vaga na decisão da Taça Cidade, enfrenta na próxima rodada o desesperado Trianon no Mangabeiras às 8h45.

Ficha Técnica
   Gef: Rodrigo, Marcos Jr., Itinho, Emerson (expulso), Túlio, Timim, Alex Rodrigues, Téo, Ostinho Careca (Roger), Elvinho e Malaia. Treinador: Cláudio Macedo.
   Vila Nova: Ricardo, Igor Goiaba, Anderson, Dudu (Raul), Tiago Piriá, Eder, Liniker, Vinicius (Ernane), Thiago Humberto (Richard), Dalmer (expulso) e Victor. Treinador: João Paulo (expulso).
   Árbitro: Walter José auxiliado por Paulo Cesar Viriato e Pedro Caetano

 

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia