Notícias de Araxá e região!

Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
Secretaria de Serviços Ubanos se organiza e está contratando mão de obra
19/02/2015, às 07:21:14

 

O secretário municipal de Serviços Urbanos, Marco Antônio Rios, explica que as principais dificuldades encontradas na área estão sendo sanadas, como a reestruturação da coleta de lixo, a limpeza e reforma de todos os prédios públicos que estavam sem manutenção, tanto na parte estrutural quanto de jardinagem, a recuperação e manutenção da frota, capina, poda e limpeza nas principais avenidas e em todas as praças, além da operação tapa-buraco. Segundo ele, gradativamente está sendo contratada a mão de obra para atender essas demandas, porque ao assumir a pasta criada pela minirreforma administrativa encontrou um quadro de funcionários bastante restrito.

 

Marco Antônio informa que os interessados em trabalhar como serviços gerais podem procurar a secretaria porque esse processo ainda está em andamento. Ele acrescenta que foi autorizada a contratação de 100 servidores para a manutenção da limpeza da cidade. “Nós temos feito um enorme esforço, porque hoje temos um quadro de servidores reduzido. Tínhamos ao final de 2012, 450 servidores trabalhando só na área de praças, parques e jardins, hoje nós temos menos de 100. Mas, o prefeito já autorizou e nós estamos fazendo a contratação  de outros 100. É um procedimento lento, as pessoas aos poucos vão fazendo os seus exames médicos e de aptidão para o trabalho. Na realidade, demos início a essa contratação há mais de vinte dias e até agora temos menos de 60 servidores fazendo os exames. Ou seja, há uma resistência em função do tipo de serviço que é trabalhar na rua, no sol quente e na chuva. Então, há também certa dificuldade”, explica.

 

Segundo ele, as pessoas que tiverem interesse nesse trabalho podem procurar a prefeitura. “Aliás, depois de completado esse número, a tendência ainda é a de que a gente faça a contratação também para outras áreas, porque esses agora são para capina, poda de grama, mas depois vamos ampliar o quadro de varrição. A impressão que eu tenho é a de que a prefeitura depois de completado esse número de 100, deverá desencadear um novo processo de contratação”, esclarece. Marco Antônio acrescenta que em relação ao último concurso público, a prefeitura está contratando outros profissionais pela classificação, como os oficiais, pedreiros, pintores e eletricistas. Ele informa que a validade do último concurso público foi prorrogada durante a interinidade como prefeito do presidente da Câmara Municipal, Miguel Júnior. “Em função disso, estamos esgotando essa relação desses classificados e depois passaremos à contratação desses oficiais, também alegando a necessidade e urgência dessa contratação. É o caso dos auxiliares de serviços gerais que nós não temos concurso e precisamos contratar para realizar o serviço”, afirma.

 

Segundo ele, em função da falta de mão de obra, a varrição está sendo realizada em toda a região central - “porque temos 60 varredores que são suficientes para isto”. Marco Antônio acrescenta que em relação à limpeza estão sendo priorizadas todas as avenidas principais no Centro da cidade, assim como as escolas municipais em função do início das aulas. “E depois faremos também a limpeza das escolas estaduais, das praças, parques e jardins. A grande maioria já foi limpa, mas é preciso mais porque nesta época a vegetação está exuberante porque cresce muito e, às vezes, a gente faz um serviço hoje e daqui 20, 30 dias parece que nem fez”, completa.

 

O secretário esclarece que a prefeitura não pode entrar nos lotes privados que estão abandonados e tornam-se também um sério problema de limpeza pública. Mas, ele acrescenta que já acertou com o superintendente do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), Paulo de Souza, e com o secretário de Fazenda, José Clementino dos Santos, a realização de uma campanha no lançamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) com relação à taxa do imposto progressivo. “Para que o proprietário possa ser sensibilizado no sentido de murar o seu lote e de mantê-lo limpo. Eu acho que é o momento de sensibilizar o proprietário para fazer e o IPDSA tem autuado. Existem situações de duas, três ou mais autuações e na realidade há uma desobediência no sentido desse proprietário manter o lote limpo. Eu acho que o IPDSA e o município têm que ser mais severos com esse proprietário”, afirma.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia