Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm_banner
980x150
Deputado estadual Bosco apoia construção de CTS no Barreiro
12/08/2011, às 08:01:22

 

   “Antes mesmo que Araxá tivesse sido pré-selecionada como uma possível cidade para um dos CTS – Centro de Treinamento de Seleções, a Assembleia Legislativa por requerimento deste deputado já agendava uma audiência pública, com o objetivo de conhecer e divulgar o potencial do município”, afirma o deputado Bosco, em esclarecimento à nota publicada na coluna Por Cima do Muro, do Jornal Clarim. Ele afirma que foi o autor da sugestão e ação para que a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e governo do Estado avaliassem a cessão de área no Barreiro para a construção do CTS em Araxá.
   Bosco afirma que em momento algum cobrou esse crédito, sendo que o seu interesse é a viabilização da obra. “Ao contrário, imbuído do sentimento de prestar serviço a nossa terra e nossa gente, venho envidando esforços neste sentido junto ao prefeito Jeová e ao vice-presidente da Codemig, Antônio Leonardo, tanto que o governo após reuniões com o vice-governador Alberto Pinto Coelho e, com o presidente daquela estatal, Osvaldo Borges da Costa, sinalizou com essa possibilidade”, afirma.
    Ele entende que “a ação parlamentar e administrativa que visem o interesse maior de Araxá, independente de seus atores atuais, são de interesse de toda a cidade”. Bosco ainda esclarece que anunciou informalmente na presença do prefeito, diretoria da Codemig, vereadores e lideranças araxaenses, em Belo Horizonte, as duas importantes medidas autorizadas pelo governo mineiro: a construção de trevo no acesso ao Distrito Industrial (DI) e a regularização de áreas no bairro Urciano Lemos.
    “Querer dar conotação política, da maneira pretendida, é ignorar – maliciosamente – os gestos e manifestações de busca da união política da cidade, da melhoria e do desenvolvimento de Araxá que norteiam nossa ação na Assembleia Legislativa. Se, naquele momento, anunciamos as medidas acima mencionadas, foi no sentido de agradecer os dirigentes da Codemig os projetos autorizados e sensibilizá-los da importância dos pretendidos. Tínhamos e temos a convicção de que uma conquista não inviabiliza a outra. Se estávamos naquele evento, não era de ‘carona’ e sim como convidado, no objetivo de dar respaldo como deputado da base de sustentação do governo Anastasia à ação da administração municipal”, responde o deputado à jornalista Ana Paula Machado.
    Bosco diz que lamenta a necessidade da resposta, mas o faz “em busca do esclarecimento perante a nossa cidade da verdadeira intenção em manter total transparência sobre o trabalho que estamos desenvolvendo em Belo Horizonte junto ao governo do Estado de Minas Gerais”.
    A nota publicada na coluna Por Cima do Muro, edição de 05/08/2011, intitulada “Na garupa”.
    “Não pegou bem a atitude do deputado estadual Bosco de aproveitar a reunião de apresentação do projeto do centro de treinamento à Codemig para anunciar a construção do trevo de acesso ao Distrito Industrial (DI), o que é comentário geral. Ele quis desviar a atenção para si, quando na verdade o importante é a união de todos para a viabilização do grande projeto. O trevo custará R$ 2,8 milhões ao Estado e já foi viabilizado há mais tempo, uma antiga demanda, enquanto o CT está orçado entre R$ 25 milhões e R$ 32 milhões. Embora Bosco seja atuante, ele precisa mudar a prática política ultrapassada de querer ser ‘papagaio de pirata’, pois não precisa disto. Ele tem sido um bom parlamentar e pode ajudar muito a cidade se deixar as questões políticas para a época adequada e não tentar roubar a cena.”

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia