Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
banner_pma]  
Copasa pode deixar de envasar a água mineral Araxá
14/05/2015, às 08:31:45

 

A nova administração da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) estuda a possibilidade de abrir mão da subsidiária Águas Minerais de Minas, responsável pelo envasamento e comercialização das principais águas minerais do Estado, a de Araxá e as de Cambuquira, Lambari e Caxambu no Sul de Minas. A questão foi levantada em reportagem intitulada “Copasa atrasa pagamento de obras no interior do Estado” divulgada pelo jornal “O Tempo”, de Belo Horizonte, na edição desta quinta-feira, 14.



“Questionada sobre a produtividade e o lucro das atividades da subsidiária Águas Minerais de Minas e a intenção de se desfazer do negócio, a Copasa informou que ‘por estar em período de silêncio (quiet period), que antecede a divulgação do resultado do primeiro trimestre de 2015, está impossibilitada de prestar esclarecimentos ou comentar qualquer tipo de informação relacionada aos resultados do trimestre e perspectivas.’ O balanço será divulgado hoje.”, informa a matéria.



Histórico - Uma pessoa da própria Copasa revelou à reportagem de O Tempo que uma das possibilidades em análise é a devolução da atividade à Companhia de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (Codemig), que é a detentora da concessão das fontes de águas. A atividade foi repassada à Copasa pela Codemig em 2006, quando foi assinado o contrato de arrendamento dos direitos minerários, equipamentos e instalações de envasamento com a subsidiária criada para esse fim pelo governo do Estado. “A empresa foi uma aposta do governo estadual à época para preservar as marcas das águas e promover a retomada das atividades de envase, que têm grande impacto econômico e social nas cidades”, cita a reportagem.


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia