Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
banner_pma]  
Mutirão das escrituras regulariza situação de 50 imóveis em Araxá
28/05/2015, às 08:31:25

 

Uma iniciativa do governo de Minas e do deputado estadual Bosco (PTdoB) já viabilizou a documentação de 500 mutuários no município. A 4º edição do Mutirão das Escrituras, idealizado pelo deputado Bosco e realizado em parceria com o governo para a regularização da documentação pendente dos mutuários, aconteceu na noite de sexta-feira, 22, na Associação dos Moradores do Bairro do Urciano Lemos, quando foram entregues mais 50 escrituras.

“Estou extremamente feliz de ter a oportunidade de entregar mais 50 escrituras na noite de hoje. Há pessoas que esperaram por cinco, dez, vinte anos por esse momento”, disse Bosco. Segundo ele, para esses mutuários é o fim do sofrimento porque já quitaram os seus imóveis há anos, mas não dispunham da documentação regularizada. “As pessoas só se sentem realmente donas dos imóveis quando recebem a devida documentação, é a garantia que elas têm”, destacou. Bosco conta que a questão foi a primeira bandeira que levantou ao ser eleito deputado estadual, em 2010. “Eleição após eleição, foram vários candidatos que prometeram abraçar essa causa por Araxá. Mas, a verdade é que nada acontecia. Então, fui para a Assembleia de Minas convencido de que iria virar essa página e mudar a história”, disse na solenidade.

Segundo ele, em 2012, ainda no primeiro mandato como deputado estadual firmou parceria com o governo de Estado por meio da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG) para viabilizar uma ação conjunta visando buscar definitivamente a solução para o impasse. “Concebeu-se, portanto, o Mutirão das Escrituras, que teve a sua primeira etapa realizada em Araxá naquele mesmo ano. A iniciativa contempla também outros municípios do Alto Paranaíba.”

 

 

Outras ações - Durante a cerimônia de entrega das escrituras, o deputado citou a situação da saúde pública no município, com o anúncio dos dirigentes da Santa Casa de Misericórdia de Araxá de que o hospital havia cancelado atendimentos devido à falta de material, no último dia 20. Ele informou que em audiência com o secretário de Estado de Saúde, Fausto Pereira dos Santos, na última sexta-feira, 22, solicitou a intervenção imediata do governo de Minas. “A culpa não é da Santa Casa, não é da prefeitura municipal. A culpa é de um sistema que é bom por um lado, mas falho do outro, pois não repassa os recursos necessários para os hospitais”, disse. Segundo ele, a Santa Casa está com um déficit de R$ 3 milhões e prefeitura determinou o repasse de R$ 650 mil através de convênio para atender necessidades urgentes de aquisição de materiais e medicamentos, além de despesas com energia elétrica.  

Bosco também anunciou na solenidade a retomada das obras de reestruturação da av. José Ananias de Aguiar (av. do Comboio) interrompidas desde 2014 devido à falta de repasses por parte do governo estadual passado. “Agora, com o governador Pimentel, conseguimos o pagamento que foi feito há dez dias à empresa responsável pelas obras”, informou. Segundo ele, as obras na avenida devem ser retomadas a partir de junho.

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia