Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
banner_pma]  
Assassino de andarilho condenado a 7 anos
11/06/2015, às 08:15:22

 

O réu Jardel de Jesus da Mota Pinho, 38 anos, foi condenado a 7 anos de prisão por ter matado um andarilho, identificado depois como André Lopes da Silva, 44, vulgo Baianinho da Carrocinha, em 5 de abril de 2013. O julgamento aconteceu nesta quarta-feira, 10, conduzido pelo juiz de Direito da Vara Criminal da Comarca de Araxá, Renato Zouain Zupo.

O réu acusado de crime de homicídio consumado simples matou a vítima ao disparar um tiro na cabeça dela, na av. João Paulo II, bairro Alvorada. De acordo com os autos do processo, Jardel e Baianinho estavam usando crack junto com outros moradores de rua, quando se desentenderam sem motivo aparente. Conforme a defesa, o andarilho teria se armado com uma faca e, então, o réu sacou a arma e atirou na direção dele para se defender. Jardel fugiu após o crime, mas foi localizado 13 dias depois pela Polícia Civil. Pelo homicídio, ele foi condenado a sete anos de reclusão em regime fechado, sendo que o réu já cumpre pena por outros crimes no presídio de Uberaba, por tráfico de drogas e assaltos. Os advogados de defesa conseguiram a transferência de Jardel para o presídio de Araxá para o cumprimento da pena por homicídio.

 

 

Novos julgamentos
A semana de julgamentos de homicídios ocorridos na cidade em 2012 e 2013 foi iniciada na segunda-feira, 8, e segue até esta sexta-feira, 12, sob o comando do juiz Zupo. Nesta quinta-feira, 11, o réu Célio Augusto da Silva vai ao júri popular por ter matado Murilo Tibúrcio Mariano Borges com uma facada, após se desentenderem por causa de uma dívida, em 5 de janeiro de 2013.


Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia