Logo
Araxá / MG - , -
Clarim no WhatsApp (34) 98893-8381
Menu

Digite pelo menos 2 caracteres!
cbmm
prefeitura_araxa
Escola de Música inaugura anexo
29/08/2011, às 09:45:24

 

   A solenidade de inauguração do anexo da Escola de Música Maestro Elias Porfírio de Azevedo situado na av. Getúlio Vargas (antigo Tantra) aconteceu no último dia 18, reunindo autoridades e representantes da comunidade. Estavam presentes o prefeito Jeová Moreira da Costa, a primeira-dama Elba Barbosa Moreira, a diretora da escola, Débora Arantes Afonso Francisco, dentre outros.
   Entusiasmado com o crescimento da escola, o prefeito defende a música como um relaxamento. Segundo ele, a música faz parte da vida de todas as pessoas que buscam a paz e a esperança. Ele acrescenta que houve um avanço da escola de música na direção da professora Débora Arantes que, realmente, vai ser muito bom pra todos os professores, assim como para a cidade.
   O espaço é alugado e o prefeito está otimista quanto à possibilidade de viabilizar a obra de construção da sede própria da escola em 2012. A diretora Débora já conduziu a elaboração do projeto. “Nós já temos uma emenda parlamentar do deputado federal Aracely de Paula e mais a ajuda da prefeitura, por isto, eu acredito que dá pra gente viabilizar essa obra para o ano de 2012”, afirma Débora.
   O prefeito defende a cultura como uma meta, “um povo que tem história é mais alicerçado, um povo mais coerente com seu futuro e é isto que nós esperamos para a cidade”. Ele acrescenta que todos têm obrigação de construir uma sociedade com mais oportunidade e segurança para as crianças. Segundo ele, o esporte, a música, o trabalho e uma religião são caminhos que podem levar uma comunidade a conseguir esse objetivo.
   Ele informa que estão sendo levantadas áreas institucionais onde poderia ser construída a nova sede. “Uma vez levantada essa área que tem que ser mais central, a gente vê boas perspectivas. Uma vez que a gente estava aí em negociação com um terreno aqui anexo à escola, mas é uma área muito central e muito valorizada, além dos custos da receita da prefeitura. Então, nós estamos olhando outras áreas para abrigar a escola definitivamente”, informa o prefeito.
   Segundo ele, enquanto isso, o anexo da escola está sendo alugado para abrigar a sua parte operacional. “O nosso governo se caracteriza por a gente realmente criar estruturas sólidas e de grande permanência”, afirma.

História de vida
   “Eu era comerciante, pedagoga, artesã, até que um dia ele veio de novo: o destino. Numa tarde, no meu comércio entrou um amigo que me levou a inscrição para o concurso de professora de piano na Escola Municipal de Música Maestro Elias Porfírio de Azevedo. Pus-me a estudar por duas longas semanas que mudaram toda a minha vida e, mais uma vez, Deus me ajuda a seguir o meu destino e me coloca junto de pessoas tão especiais, tão maravilhosas e valorosas que são os professores, funcionários e alunos da escola de música”, relembra a diretora Débora.
   Ela já participa da escola há dez anos, onde hoje é diretora e desenvolve um reconhecido trabalho. “Me deparo com o desafio de, junto com o Dr. Jeová e a Dra. Elba, poder fazer a minha parte como cidadã e como colaboradora do meu próximo. Vários desafios foram vencidos e todas as oportunidades que nos foram dadas abraçamos com afinco, com garra e com amor.”

A escola
   Hoje, a escola conta com mais de 900 alunos, além dos 15 grupos musicais de diferentes estilos, com cinco novos projetos. “Temos três projetos aprovados pela prefeitura que são ‘A música vai onde o povo está’ que leva boa música a todos os bairros de Araxá na última semana de cada mês; o ‘Circularte’ que leva os diversos grupos da escola aos domingos no Barreiro; o ‘Bem receber, programa de boteco’ que leva alunos e professores da escola com músicas de repertório variado aos bares, restaurantes e hotéis de Araxá.”
   A diretora informa ainda sobre o projeto “Orquestra Viva” aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo que resgata a orquestra municiapl com o apoio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM). “É um projeto de inclusão social e uma oportunidade de dar aos nossos jovens um novo rumo para suas vidas. Esse projeto contempla 100 oficineiros que fazem aulas diárias na escola. Já foram selecionados 30 bolsistas que farão parte do corpo da orquestra e receberão uma bolsa de meio salário mínimo a partir deste mês de agosto.” Ela acrescenta que foram adquiridos vários instrumentos pelo projeto, como o piano de cauda usado na solenidade.

 

Compartilhar no WhatsApp
Clarim
Radix Tecnologia